O antes e depois de fazer um Master em Recursos Humanos | IMF Business School
IMF Business School

Entidade colaboradora de:

Universidad Nebrija ISPA I.E.S.F. LSDM Universidad Camilo
MENU

Encontre a sua formação:

Contacte-nos:

(+351) 217 960 356

Contacte-nos

+351 217 960 356

De fora de Portugal

217 960 356

A partir de Portugal

Contacte-nos por Whatsapp

+351966021958

 

Pedir Informação

MENU

>>

O antes e depois de fazer uma Pós-Graduação em Recursos Humanos

28-04-2021

A realidade, é que a empregabilidade em Recursos Humanos mudou. Temos vindo a comprovar em primeira mão que as relações de trabalho tradicionais perderam a sua validade e atualmente, é mais comum encontrarmos na maior parte das empresas, funções como freelancer, teletrabalhador, outsourcing ou knowmad (nómadas do conhecimento).

 

Poderíamos dizer que estamos num processo de transformação profundo. Há inclusive autores que asseguram que estamos na quarta revolução industrial e que cabe aos Recursos Humanos desenhar a forma de abordagem deste processo de mudança.

 

Isto leva-nos a questionar se é necessário continuar a aposta em formação, mas entendendo: o que deve suceder antes e depois de realizar uma Pós-Graduação em Recursos Humanos? A formação realizada não deve apenas dar conhecimento, deve permitir entender como funcionam os recursos humanos além de uma boa teoria.

 

 

O que se sucede ao nosso redor que nos dá sinais de que é necessário continuar a estudar?

 Antes de escolheres a tua formação, deves perceber as necessidades que envolvem este ambiente de trabalho. Em primeiro lugar, a função de RH há muito que está atrasada nas funções operacionais. Tanto que solicitam em muitas circunstâncias ajuda com questões comerciais relacionadas com a própria empresa. Digamos que uma análise profunda ao ambiente de trabalho nos dá clareza sobre o quão perto ou longe estamos de dar uma resposta profissional às novas exigências da função de RH. O que acontece atualmente à nossa volta?

 

 

Novas relações de trabalho

 O teletrabalho significa que a hora e o local de trabalho mudam constantemente. Por isso, é necessário criar protocolos de ação que permitam aos líderes gerir as suas equipas remotamente.

 

 

Implementação de metodologias ágeis

 O fenómeno do "agilismo" traz consigo a necessidade de desenvolver uma cultura corporativa que facilite a mudança. Também promove as experiências profissionais que permitam aos colaboradores desenvolver competências como a autonomia.

 

 

Ambiente VUCA

 Volátil, incerto, complexo e ambíguo é o ambiente internacional. Estar atualizado permite-nos oferecer uma solução oportuna aos desafios que surgem, para isso, é de extrema importância saber o que outra empresa faz e expandir o seu networking.

 

Estratégia de negócios de curto prazo

 O planeamento a longo prazo e estático desaparece, é necessário responder rapidamente a novos problemas.

 

 

Processos de transformação digital

 Uma empresa que não se transforme vai desaparecer. Ou seja, isso implica três coisas fundamentais para os RH. Primeiro, é necessário digitalizar a função. Segundo, projetar e construir a cultura digital. Finalmente, conhecer para lá da própria área de ação, porque soluções criativas para novos desafios vão ser necessárias. Com a Pós-Graduação em Digitalização de RH: HR & People and Analytics podes transformar este departamento num ambiente digital.

 

 

Fenómeno multigeracional na organização

 Hoje coexistem na mesma empresa até 4 gerações com diferentes necessidades e expectativas.

 

 

Talento internacional

 O teletrabalho abre uma oportunidade real para o talento internacional, o que implica que mesmo a estratégia de Employer Branding deve cruzar fronteiras.

 

 

Estratégia de negócios "Customer Centricity"

 Os RH aliam-se ao negócio com a estratégia que garante sustentabilidade. O cliente no centro do negócio envolve a definição da experiência do funcionário.

 

 

Quais as oportunidades profissionais após fazer uma Pós-Graduação em RH?

Ter uma Pós-graduação não fornece apenas informações atualizadas sobre sua função. Além disso, convém aprimorar o networking, conhecer as tendências de mercado, e na condição de aluno ter acesso a empresas. Na medida em que aproveitas todas as experiências, as oportunidades profissionais aumentam. Ainda que, seja muito importante descobrir alternativas que não eram anteriormente contempladas. Portanto, uma das coisas mais reveladoras é ver como um profissional de RH não tem que necessariamente trabalhar na Direção de RH, mas pode exercer a sua função de consultor ou até mesmo de empresário. Na medida que as necessidades do mercado sejam entendidas, podem-se projetar soluções para os clientes.

 

 

 

Algumas das oportunidades profissionais para um profissional de Recursos Humano Pós-Graduado através do IMF Business School são:

 

Diretor de Recursos Humanos

 Líder da área que tem como principal função definir a estratégia de RH. Além disso, atende às necessidades do negócio e às constantes carências do ambiente profissional.

 

Responsável de formação ou seleção

É a linha de comando do meio da função onde são definidas as táticas em termos de atração de talentos e desenvolvimento.

 

Responsável de Relações Laborais

Este é o especialista na negociação de acordos, regulamentos e legislações, e por isso tem um papel fundamental dentro da área de RH, no processo de transformação. Porque é importante manter a legalidade das soluções propostas. Ele é o conhecedor da atualidade em matéria de legislação laboral.

 

Gestor de RH

Esta posição é transversal a quaisquer subsistemas do Departamento de RH. Está presente em empresas multinacionais cuja estrutura conta com este especialista para o cliente interno, atendendo às necessidades de RH e apoiando os gestores das áreas na gestão das suas equipas.

 

Administrador pessoal

Definir as táticas e supervisionar a execução das mesmas na equipa de RH em questões de administração de benefícios e folha de pagamento.

 

Técnico de Seleção

É uma função especializada que tem como objetivo colocar em prática as ações da marca empregadora, e definir a avaliação de novos talentos a incorporar na empresa.

 

Técnico de Folha de Pagamento

 É a função operacional da folha de pagamento, é responsável pela preparação da folha de pagamento, liquidações, indemnizações, Previdência Social, contratos e de mais documentos inerentes à relação de trabalho.

 

Especialista em Cultura Organizacional

É uma posição-chave em todas as empresas que incluem a transformação digital como parte dos seus objetivos estratégicos. O objetivo do cargo é projetar a experiência do funcionário como um foco estratégico da gestão de RH.

 

Head Hunter

É uma função de consultor externo à organização, especializado na atração de talentos de nível sénior; envolve um conhecimento profundo de diferentes setores e uma compreensão detalhada do negócio.

 

Consultor de RH

Ser um consultor externo implica ter um conhecimento atualizado da função de RH. Já o consultor é contratado como um assessor que orienta o cliente na implantação das melhores práticas na empresa.

 

 

A área de Recursos Humanos passou de função até agora operacional para estar presente na estratégia de mudança e transformação das empresas. Ou seja, os profissionais da área precisam estar atualizados e dispostos a criar soluções para problemas que nem sequer são tidos em conta hoje em dia.

 


Pedir Informação

X

Aceito a Politica de Privacidade.

Aceito receber informação e ofertas comerciais por qualquer meio, incluindo comunicações eletrónicas da IMF International Business School SL sobre eventos, notícias, novidades e os seus produtos e serviços através da geração de perfis.

Aceito a comunicação de dados a entidades do grupo IMF, com os mesmos fins dos indicados anteriormente.

Descarregar o Programa

X

Aceito a Politica de Privacidade.

Aceito receber informação e ofertas comerciais por qualquer meio, incluindo comunicações eletrónicas da IMF International Business School SL sobre eventos, not�cias, novidades e os seus produtos e servi�os atrav�s da gera��o de perfis.

Aceito a comunicação de dados a entidades do grupo IMF, com os mesmos fins dos indicados anteriormente.

Candidaturas On-line

X
Após o processo de candidatura on-line, um assessor académico entrará em contacto para requerer os seguintes documentos:

- Documento de Identificação;
- Certificado de Habilitações;
- Curriculum Vitae;

Aceito a Politica de Privacidade.

Aceito receber informação e ofertas comerciais por qualquer meio, incluindo comunicações eletrónicas da IMF International Business School SL sobre eventos, not�cias, novidades e os seus produtos e servi�os atrav�s da gera��o de perfis.

Aceito a comunicação de dados a entidades do grupo IMF, com os mesmos fins dos indicados anteriormente.